How did I get here? ~ Como vim parar aqui?

How did I get here? ~ Como vim parar aqui?

ou… Como minha vida mudou inesperada e radicalmente em 20 dias!
Depois de morar fora algumas vezes e há anos estudando e trabalhando na capital do Brasil, há um bom tempo a vontade de viver outra vida batia forte novamente. Então, resolvi sair de um emprego estável numa Embaixada e estudar para um mestrado. Aprovada! Mas até as aulas começarem, o que fazer? Fácil: um dos poucos tipos de intercâmbios que sempre quis e nunca fiz – trabalho voluntário. Como? Não fazia ideia. Mas desde a graduação, um nome sempre vinha à mente nesse assunto: AIESEC. Criada após a segunda guerra mundial e gerida por jovens estudantes, a instituição tem representações em várias cidades do mundo e é voltada ao desenvolvimento de lideranças e cidadãos globais (Veja em http://aiesec.org.br/). No dia 20/12/2016, fui ao escritório de Brasília para conhecer melhor e descobri que: a participação é só até os 30 anos (que eu faria em 2 meses); dos países com vagas abertas em janeiro, o que mais me atraiu foi Polônia, por ser distante e inusitado; e que alguns programas lá me interessavam, todos de 6 semanas. Recebi as descrições em seguida, mas viajei no Natal (6 dias de muita estrada e pouca internet), voltando para casa nas vésperas de mais um feriado e ressaca de ano novo. Definido o projeto em que me encaixaria, fui entrevistada dia 30/12 pela estudante na AIESEC Polônia por skype, mas deveria estar lá dia 5/1 junto com demais voluntários! Logo fui aceita e comecei a ver passagens, maquinando como acabar vários trabalhos pendentes em tão pouco tempo, e como articular o leste europeu com o carnaval já planejado no Rio e uma viagem já paga deste para a África. Quase desistindo ao ver os preços de última hora, fui liberada da participação inicial. Após checar todas as possibilidades imagináveis, refletir que dificilmente poderia fazer algo semelhante tão cedo e conseguir vôos quase diretos (Brasília-Lisboa-Varsóvia/Frankfurt-Lisboa-Brasília) por um valor alto mas praticável, comprei! Voltei ao escritório da AIESEC dia 6 de janeiro já recebida por outro estudante (quem me atendera também viajou por meio de outra AIESEC fora, passando tudo para o colega); paguei a módica taxa administrativa, tirei dúvidas, e me informei sobre o seguro exigido. Em 5 dias, terminei todos os trabalhos que tinha para analisar, contatei amigos que podiam ter amigos por essas bandas, e fechei uma mala de inverno e outra de verão, para emendar na volta.

O que eu sabia: trabalharia com crianças de orfanato ou escola, em algum lugar perto da Cracóvia. O que eu soube na semana da viagem: que moraria em um vilarejo de 5 mil habitantes, perto da Eslováquia. Por coincidência, a estudante que me entrevistou estaria na capital, me orientou a ter a carteira mundial de estudante, (Saiba mais)  e comprou nossa passagem até a Cracóvia. Todos os detalhes sobre a família que me receberia, onde trabalharia e como chegar lá fui descobrindo ao desembarcar, sempre com a segurança de que o melhor estava sendo providenciado e que poderia mudar caso necessário. Embora este texto pareça longo, é apenas o resumo de tudo o que uma viagem assim tão súbita envolve, com a adaptação em um país onde você não entende a língua e mal sabe algo sobre. Os estudantes dos dois países me surpreenderam na cordialidade e disponibilidade para fazer tudo dar certo, desde quando me interessei até a colocação em si. Mas vamos por partes, que as histórias já se acumulam..!

Veja também Informações Práticas e pergunte à vontade! =)

~

or… How did my life change unexpectedly and upside down in 20 days!

After living abroad a few times and some years of studying and working in the capital of my home country, Brazil, the urge of living differently had been really kicking in again for quite some time. So, I decided to quit my stable job at an Embassy and study for a master´s degree. I got in! But until classes started, what should I do? Easy: one of the couple types of exchange experiences that I always wanted to but never did: volunteer abroad. How to do so? I had no clue. But since my undergraduate studies, a name had always been in mind: AIESEC. Created after the second world war and managed by young students, this institution is represented in many cities around the world and is based on the development of leadership and global citizens, among other interesting values (see it on http://aiesec.org/). On the description above, I talk about how it worked for me with the AIESEC office in Brasília, with lots of cooperation involving the programme I decided to join in a very little time. After deciding for the tickets, paying the symbolic administrative fee and insurance, I had five days to finish the projects I was working on, contacting friends of friends that lived around Poland, packing up a winter suitcase (snow weather in Polska; leaving from summer in Brazil!) and a summer suitcase for two trips already paid for right next. What I did know: that I would be working with children in orphanages or schools somewhere close to Cracrow. What I learned the week I was travelling: that I would be living in a village with five thousand people close to Slovakia. All the details involving my host family, where I would work at and how to get there were discovered after landing, but I was always secured that the best was being provided for and that I could change if needed. There is a lot to talk about for a trip so sudden like this one, with the adaptation to a country where you don´t understand the language of and barely know anything about beforehand. I was surprisingly happy with the cordiality and availability with which I was treated by the students from both countries, from the moment I started asking questions until my placement at the school and beyond. But let´s go slowly, because there are already quite a few stories to tell..!

Advertisements

7 thoughts on “How did I get here? ~ Como vim parar aqui?

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s